Dimensões do modelo 4D e responsabilidades?

Dimensões do modelo 4D e responsabilidades?[1] :  O modelo 4D

 

Este artigo é baseado no artigo FLUXONOMIA 4D: AS QUATRO ECONOMIAS DE FUTURO[2] e em reflexões minhas desde que conheci, ainda que não com profundidade de uma estudiosa e/ou profunda praticante, a Fluxonomia[3]. Junto com ela, vem minha visão que contempla redes, nodos e seus fluxos[4].
E a complexidade, muita complexidade e seus sistemas interligados.

Estamos em uma transição de modelos de viver, empreender, gerir, fazer curadoria, sensibilizar. Já foi necessário estar atuando em zonas de muita inovação e experimentação para se perceber isso, mas agora, em 2018, não o é mais.

Continuar lendo Dimensões do modelo 4D e responsabilidades?

Compartilhe!
Share

O básico, o essencial e o coração.

No sábado do dia 23 de junho de 2018, eu e mais sete pessoas[1] da Comunidade de Aprendizagem e Práticas em Novas Economias[2], da Oniversidade[3], fomos inaugurar a cozinha-coração comandada pela Elem Pss[4] .

E este coração fica dentro de uma comunidade que os de fora chamam de Instituto Favela da Paz[5], mas os que conhecem chamam de “casa do Claudinho do Poesia”.

Foi muito gratificante ver “ao vivo e a cores” que por lá as relações entre as pessoas fez e faz emergir uma comunidade que realmente tem muito coração. E uma comida deliciosa.

Continuar lendo O básico, o essencial e o coração.

Compartilhe!
Share

Aplicativos, plataformas, gadgets e novas economias.

Aplicativos[1], plataformas[2], programas[3], gadgets[4] e outros podem funcionar como ferramentas[5] ou instrumentos[6]. Ou podem ser um modo de vida. Ou podem ser tão diferentes do que existe que mudam comportamentos. E modelos de mundo.

Falemos de alguns.

Continuar lendo Aplicativos, plataformas, gadgets e novas economias.

Compartilhe!
Share

Se fizer X, estou OK!

 

Se eu estiver observando o Bem Estar Animal, estou ok.

Se eu estiver observando o Fair Trade (trabalho justo), estou ok.

Se eu estiver observando a Sustentabilidade, estou ok.

Se eu estiver observando a Agroecologia, estou ok.

Se eu estiver observando o Empreendedorismo Social, estou ok.

Continuar lendo Se fizer X, estou OK!

Compartilhe!
Share

Trabalhar junto. Fazendo junto. Vivendo junto.

Coworkers.
Trabalhar junto sem ser “empregados” um do outro. Empreender.
Espaços de coworking.[1]
Espaços colaborativos.

Makers[2].
Fazer, fazer acontecer coisas com tecnologia e com um enorme viés de cultura hacker.
FabLabs[3].

Continuar lendo Trabalhar junto. Fazendo junto. Vivendo junto.

Compartilhe!
Share

Produtos, processos e redes.

Vamos aqui discorrer, ainda que brevemente, sobre produtos, processos e sua relação com ambientes (físicos e virtuais) que se propõe a serem fomentadores de desenvolvimento de relações e fluxos em rede.

Continuar lendo Produtos, processos e redes.

Compartilhe!
Share

Espaços de co-working e de relacionamento-colaborativos

Em São Paulo estão ocorrendo dois tipos movimentos/espaços que contemplam um modo de ver o mundo, que engloba o pessoal e o profissional.

Continuar lendo Espaços de co-working e de relacionamento-colaborativos

Compartilhe!
Share

Um evento sobre “NEGÓCIOS EM TRANSIÇÃO”

Link para o evento: https://www.facebook.com/events/1531065060468202/

 

Gostaríamos de chamar pessoas para uma conversa que teremos sobre empreendedorismo social (servidor), redes e sustentabilidade financeira no dia 07 de novembro no Laboriosa 89, com os “puxadores de conversa” Maria Thereza do Amaral, Carla Ferro, Oswaldo Oliveira, Leandro Pinheiro e outros.

Continuar lendo Um evento sobre “NEGÓCIOS EM TRANSIÇÃO”

Compartilhe!
Share