Dimensões do modelo 4D e responsabilidades?

Dimensões do modelo 4D e responsabilidades?[1] :  O modelo 4D

 

Este artigo é baseado no artigo FLUXONOMIA 4D: AS QUATRO ECONOMIAS DE FUTURO[2] e em reflexões minhas desde que conheci, ainda que não com profundidade de uma estudiosa e/ou profunda praticante, a Fluxonomia[3]. Junto com ela, vem minha visão que contempla redes, nodos e seus fluxos[4].
E a complexidade, muita complexidade e seus sistemas interligados.

Estamos em uma transição de modelos de viver, empreender, gerir, fazer curadoria, sensibilizar. Já foi necessário estar atuando em zonas de muita inovação e experimentação para se perceber isso, mas agora, em 2018, não o é mais.

Continuar lendo Dimensões do modelo 4D e responsabilidades?

O básico, o essencial e o coração.

No sábado do dia 23 de junho de 2018, eu e mais sete pessoas[1] da Comunidade de Aprendizagem e Práticas em Novas Economias[2], da Oniversidade[3], fomos inaugurar a cozinha-coração comandada pela Elem Pss[4] .

E este coração fica dentro de uma comunidade que os de fora chamam de Instituto Favela da Paz[5], mas os que conhecem chamam de “casa do Claudinho do Poesia”.

Foi muito gratificante ver “ao vivo e a cores” que por lá as relações entre as pessoas fez e faz emergir uma comunidade que realmente tem muito coração. E uma comida deliciosa.

Continuar lendo O básico, o essencial e o coração.

Aplicativos, plataformas, gadgets e novas economias.

Aplicativos[1], plataformas[2], programas[3], gadgets[4] e outros podem funcionar como ferramentas[5] ou instrumentos[6]. Ou podem ser um modo de vida. Ou podem ser tão diferentes do que existe que mudam comportamentos. E modelos de mundo.

Falemos de alguns.

Continuar lendo Aplicativos, plataformas, gadgets e novas economias.