Netweavers e técnicas participativas e colaborativas

A definição do que seriam os netweavers é um pouco complexa.

Para começar a perceber o que isso seria, estes links – uma apresentação e uma descrição – uma delas do de Augusto de Franco, são interessantes:

http://www.slideshare.net/augustodefranco/como-se-tornar-um-netweaver  e

http://projetodraft.com/verbete-draft-o-que-e-netweaving/

Netweavers podem ser animadores de redes, tecelões de redes, explicitadores de redes, potencializadores de redes, provocadores de interações em rede, empoderam pessoas em rede,  empreendem em rede, … mas não só isso.

Mas sempre funcionam em toda sua potência só, e somente só, se agirem em rede.

Podem ser um tipo de anfitrião, facilitador, mediador, mas não no sentido habitual dos termos.
Não no sentido “centralizador” do termo.
Não na lógica de “alguém manda-alguém obedece e ponto”.

grafico BaranEle não “funcionam bem” em organizações que atuam só como redes centralizadas e funcionam melhor em organizações que atuam em redes cada vez mais distribuídas.

Eles desobstruem fluxos, visualizam graus de interação em colaborações/participações possíveis, percebem sentidos.

 

Promoveinclusão separação - Augustom integração, inclusão, miscigenação entre pessoas/nodos da rede, promovem fluxos em redes, …

 

 

 

 

…  percebendo que Swarm behaviour or swarming agir contra os fenômenos de rede pura e simplesmente não é recomendado, inclusive porque sabem que é contraproducente fazer isso.

 

 

 

E para isso também atuam ajudando pessoas a chegarem a uma linguagem comum (vocabulário e conceitos) em um grupo.

Talvez sejam melhor definidos como designers de interações (atuam nas interações entre as pessoas de uma organização, principalmente vendo estas interações e as não-interações), e que também funcionam como enzimas  catalizadoras: entram em um meio, interagem com todos presentes em diversos graus e saem do processo depois de um tempo, por que de verdade não pertencem ao ecossistema, só ajudaram a acelerar processos.

Mas se os netweavers em si mesmos são ferramentas de interação e cia, eles também usam metodologias, ferramentas e técnicas para isso. Mas usam modelos de mundo e repertórios de linguagem que os diferencia de quem emprega somente modelos participativos e colaborativos de baixa interação, os chamados modelos centralizados.

Segundo Fernando Baptista, existiria uma grande diferença entre “metodologias” para obter resultados específicos (processos participativos, consensos construídos, decisões coletivas, planejamentos estratégicos, etc.) e “técnicas/arte de netweaving” com o objetivo de fazer o desbloqueio de fluxos e o aumento da interatividade entre as pessoas. E ele destaca o quão importante é que as duas ‘vertentes’ não sejam confundidas.
As primeiras tendem a produzir normas, instituições e competição, com alguns “rasgos” de criatividade, as segundas tendem a produzir redes distribuídas, cooperação, inovação e liberdade.

Poderíamos considerar que a principal ferramenta de um netweaver seja ele mesmo, fazendo ‘cocriações interativas’: atua como uma ferramenta de sensibilização e de ‘des-cristalização’ de pensamentos, atitudes e posturas, e ao mesmo tempo, faz consigo uma dinâmica muito forte para enxergar a si próprio ao cocriar com os outros. E atua a partir disso.

 

redes e redes de apoio - Ricardo Vidigal

Mas o que também poderia se colocar: o quanto estas metodologias e dinâmicas abaixo podem ser úteis à um netweaver? E como?

 

 

 

Ferramentas: – círculo com diálogo – investigação apreciativa – Open space – World cafe – pro action cafe (World café + Open space) – jogos cooperativos – [ cocriação interativa]

Metodologias: – teoria U – aprendizado sequencial / flow learning – jogo oásis – nossa vida como gaia – [ dragon dreaming ] – [ design thinking]  – Art of Hosting – Ecologia Integral – A Arte de fazer perguntas – Comunicação não-violenta .

Seriam só metodologias, ferramentas a serem usadas somente em bases participativas e colaborativas?

Ou que poderiam ser usadas em bases mais livres por um netweaver?

E como última consideração: netweavers são pessoas vendo e tecendo fluxos. Com e para outras pessoas.

A palavra-chave aqui sempre será PESSOAS.

miscigenação - Will Tirando

Deixe uma resposta